Sobe a árvore todos os dias para apanhar internet e conseguir assistir às aulas


Todos os dias ele fica horas em cima da árvore para conseguir acompanhar as aulas online dos seus professores.

O surto da epidemia de Coronavírus em todo o mundo está a gerar um desconforto considerável em todas as áreas da nossa vida.

Escolas e universidades estão fechadas em muitos países e as aulas são feitas através de aulas online, e assim, diariamente, os professores continuam a dar aulas para não deixar os alunos para trás.

Ensinar à distância não é fácil, mas é uma solução que deve ser imposta para superar as dificuldades técnicas ligadas ao momento trágico que estamos a enfrentar.

Em El Salvador, está um jovem muito pobre que, apesar das adversidades, quer seguir as aulas online a todo custo.

Ele não tem internet em casa, então sobe para uma árvore próxima para apanhar sinal de WiFi.

O nome dele é Alexander Contreras, tem 20 anos, e embora tenha começado a universidade recentemente, já é o orgulho dos seus pais, professores e colegas de turma.

Alex mora numa casa muito humilde, junto com a sua família, e sabe bem quanto o esforço que o pai tem feito para lhe garantir uma boa educação, e ele não o quer decepcionar, e ao mesmo tempo, gostaria de realizar o seu sonho de se tornar um jornalista profissional.

Assim, todos os dias, apesar de não ter internet disponível em casa, ele sobe para uma árvore para apanhar o sinal de Wi-Fi e acompanhar as aulas online.

Guarda-chuva para se proteger do sol ou da chuva, caderno para escrever e telemóvel numa mão para ver o professor explicar a aula do dia. Obviamente, Alex não se esquece de usar a sua máscara para se proteger a si mesmo e aqueles ao seu redor do risco de contrair o Covid-19.

As suas aulas começam às 7 da manhã e acabam às 12, por volta da hora do almoço. Os seus professores e colegas de turma entendem perfeitamente bem que às vezes o sinal não é excelente e Alex corre o risco de perder momentos importantes. Por isso todos eles de bom grado o ajudam enviando o material e apoiando-o no seu percurso.

A precariedade que esse jovem enfrenta todos os dias é profundamente injusta, mas desde que o Coronavírus eclodiu também no seu país, eles foram forçados a tomar medidas semelhantes, para permitir um certo grau de segurança. Alex, no entanto, não desiste e continua a estudar para se tornar um bom jornalista!

Veja aqui a reportagem:

 


0 Comments

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Send this to a friend