Se a raça do teu cão estiver nesta lista, certifica-te de que lhe estás a limpar as orelhas corretamente!


De acordo com o Nationwide Pet Insurance, as infecções dos ouvidos foram das principais razões pelas quais os cães visitaram um veterinário em 2016. Essa condição poderia ser aliviada pelos próprios donos, se ele estivessem mais conscientes a cerca de como cuidar dos ouvidos deles, com inspeções frequentes e limpezas semanais.

Quais as raças de caninos que obtêm mais vezes infeções de ouvidos?

Se o teu cão tem orelhas flexíveis, então ele tem um risco mais elevado do que os outros para desenvolver infeções. As seguintes raças e as suas misturas, são particularmente mais propensas a problemas no canal auditivo:

  • Doberman
  • Labrador
  • Golden Retriever
  • Cão de Água Português
  • Poodle
  • Schnauzer
  • Cavalier King Charles Spaniel
  • Basset Hound
  • Bloodhound
  • Galgo Afegão
  • Coonhound
  • Springer Spaniel
  • Cocker spaniel
  • Dachshund
  • Shih Tzu
  • Bullmastiff
  • Beagle
  • Terra Nova
  • São Bernardo
  • Grande dinamarquês
  • Weimaraners
  • Misturas com qualquer uma das raças acima

Como regularmente limpar as orelhas do cão

Deves limpar superficialmente as orelhas do animal, uma quantidade saudável de cera nos canais auditivos ajuda a lubrificar e a proteger os canais de infeções.

O tempo que leva para as orelhas de um cão ficarem sujas depende da raça, do tipo de pelo, nível de atividade, produção de cera, e até mesmo da humidade. Varia para cada cão. Os veterinários de Banfield recomendam limpezas uma vez por mês com uma regra básica para cães com orelhas “normais”, no entanto aqueles que nadam, sujam-se constantemente, ou têm uma predisposição para infecções como as raças listadas acima, podem precisar semanalmente ou diariamente de limpezas.

Verifica os ouvidos do cão cada vez que lhe deres banho. Uma limpeza externa simples é geralmente suficiente para orelhas saudáveis ​​que tenham ficado um pouco sujas.

Para determinar se é hora de uma boa limpeza auditiva, deves levantar a orelha para trás e olhar para dentro. Se observares sujidade, detritos ou acumulação de uma massa marrom no ouvido externo pode ser a hora de fazer um trabalho mais completo e limpar o canal da orelha horizontal em forma de “L”.

No entanto, antes de começares a esfregar, certifica-te de que o teu cão não está a sofrer de uma infecção no ouvido.

Se notares algum dos seguintes sintomas não tentes limpar os ouvidos. Consulta o teu veterinário imediatamente:

Odor das orelhas

  • A secreção purítica (pus) ou sangue
  • Excesso de arranhões, pawing ou fricção nas orelhas
  • Agitação de cabeça violenta ou “encaixe de orelha”
  • Vermelhidão e / ou inchaço do canal auricular ou do ouvido
  • Sensibilidade ou dor quando as orelhas são tocadas

0 Comments

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Send this to a friend