Queres viver melhor? Tens de aprender a ignorar!

Todos os dias enfrentamos pequenas e grandes provações. O que vem de fora enche a nossa mente com vozes que perturbam a paz interior e criam stress.

Ignore as perguntas erradas.

É inútil ficar se questionando sobre coisas que terão respostas desagradáveis ​​ou que ainda não tenham uma resposta.

Ignore as inseguranças.

Estar convencido do próprio caminho e consciente do próprio valor é essencial para viver em paz e agir de forma eficaz. Duvidar das próprias habilidades, das próprias escolhas, são o primeiro passo para um fracasso certo. O que desejamos nunca pode se tornar realidade se não formos os primeiros a realmente acreditar.

Ignorar aqueles que nos ignoraram.

No decorrer da vida, pode acontecer de compartilharmos tempo, projectos, emoções e sentimentos com pessoas que não apreciam tudo isso. Temos que aprender a deixar ir quem não quer ficar ao nosso lado.

Ignore as críticas.

Um conselho construtivo é muito diferente de uma observação destrutiva e gratuita. Muitas vezes, aqueles que comentam negativamente sobre nossas ações o fazem simplesmente por inveja, porque têm medo de ousar e gostariam de nos condenar à mesma infelicidade.

Aprender a ignorar é uma arte difícil e cansativa, porque mesmo que muitas coisas nos atrasem ou magoem, é mais fácil manter o peso, é mais fácil deixar feridas abertas.

O segredo é começar com as pequenas coisas e continuar com as maiores, treinar para ignorar, treinar para fazer as coisas deslizarem, sem que o passado se torne pesado demais para o presente. Compreender como e quando deixar ir muitas vezes é essencial para ganhar o jogo da nossa vida. Ou continuamos a sofrer até nos matarmos, ou finalmente começamos a ignorar para começar a viver realmente.

Fonte: https://www.olhaquevideo.com.br/

Outras Cenas Fixes:

Comentários: