Nem máscaras nem distanciamento social. Concerto nos EUA está a gerar grande polémica


Vários estados norte-americanos enfrentam novos surtos da Covid-19, e outros recebem concertos.

Numa altura em que são vários os estados norte-americanos que enfrentam novos surtos da Covid-19, vídeos de um concerto do artista Chase Rice, no estado do Tennessee, nos Estados Unidos, está a gerar polémica.

Nas imagens do espectáculo, que ocorreu em Petros, partilhadas pelo próprio no Instagram, é visível uma multidão sem máscaras, a saltar e a cantar ao som das suas músicas.

No espaço, que tem capacidade para acolher 10 mil pessoas, foi apenas autorizada a entrada máxima de 4 mil, explica um representante do local.

“Menos de 1.000 pessoas assistiram ao espetáculo, sendo que foram vendidos 954 bilhetes e apenas 809 foram validados, sendo assim providenciado um espaço amplo para que os fãs se conseguissem distanciar”, começa por explicar o comunicado.

De acordo com a mesma nota, foi medida a temperatura a todos os cidadãos à entrada do espetáculo e disponibilizado desinfetante para as mãos. “Funcionários e fornecedores foram aconselhados a usar máscaras e luvas ao interagir com os clientes”, é ainda acrescentado, referindo-se que, no entanto, foi impossível “reforçar o cumprimento da distância social recomendada, além das sinaléticas colocadas em todo o recinto”.

 


0 Comments

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Send this to a friend