Moradia angular em Zurique construída como uma escultura!


publicidade

Encarregue do desafio de construir uma casa num terreno íngreme e apertado, em Zurique, na Suíça, “L3P Architekten” projecta uma residência inovadora que cresce numa escultura, com uma massa de aço, betão e vidro do chão ao tecto. Conhecida como a casa de “Dielsdorf Rebberg”, a habitação é o resultado de uma colaboração interdisciplinar entre os arquitetos e engenheiro do prédio em que a área e a estrutura são criativamente fundidas a fim de economizar espaço.

Apesar de não ser convencional a forma angular do edifício, com secções ímpares que se projectam para fora da esquadria principal, o interior contém todos os luxos necessários combinados com uma estética moderna. Múltiplos níveis e quartos estão ligados por escadas e corredores estreitos. Soluções inteligentes são empregues para fazer uso de cada espaço disponível, como por exemplo, as estantes são construídas em paredes de betão existentes enquanto confortáveis almofadas transformam a área acima de uma escada numa aconchegante alcova. Entrando na casa por uma garagem subterrânea, os habitantes encontram-se numa elegante moradia preenchida com abundante luz natural das janelas de vidro da parede ao tecto.
De acordo com o arquitecto Boris Egli, a estrutura da casa foi em parte inspirada pela sua localização, próxima ás vinhas em Dielsdorf. Ele diz, “este trabalho na encosta da vinha copia a lógica de uma videira: uma parede de suporte média, e as plataformas de suporte seguem a estrutura do tronco, o tronco e o fruto maduro.”
Relacionados:

0 Comments

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Send this to a friend