José Miguel Júdice deixa várias críticas, “até aos 50 anos morreram 14 pessoas” e “morreram centenas de outras doenças”


Números que no seu entender deviam ser ditos aos portugueses.

José Miguel Júdice aborda a “pandemia do medo”, como números que no seu entender deviam ser ditos aos portugueses. O comentador deixa várias críticas à forma como está a ser feita a comunicação dos dados.

Comentador aponta várias falhas na forma como está a ser passada a mensagem aos portugueses, de forma parcial, e que por isso estão a contribuir para que se instale uma “pandemia do medo”.

Considera José Miguel Júdice, que devia ser dito aos portugueses que “1/3 dos concelhos não têm sequer um caso, não são mortos, casos mesmo, nem um…”, e que “em mais de 5 milhões de pessoas abaixo dos 50 anos, morreram 14 devido ao coronavírus” enquanto morreram centenas com outras doenças.


One Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

  1. Eu tenho 70 anos e como ainda não me sinto esclerosado, mas esse individuo está completamente e pior é que a doença o apanhou completamente na massa cerebral. Mas infelizmente é esta a casta dos indivíduos escolhidos para contadores das nossas televisões. Escolham técnicos e não charlatães que não percebem “pívea” do que estão a falar.

Send this to a friend