Era uma manhã tranquila para os lados de Trás-os-Montes…


Era uma manhã tranquila para os lados de Trás-os-Montes.

O velho Prior estava em frente à igreja quando viu passar uma menina de dez anos, pés descalços, franzina, meio subnutrida, ar angelical, conduzindo uma meia dúzia de cabras.

Era com esforço que a menina conseguia reunir as cabras e obrigá-las a caminhar.

O padre observava a cena. Começou a imaginar se aquilo não era um caso de exploração de trabalho infantil e foi conversar com a menina:

– Olá, minha querida. Como te chamas?

– Maria da Luz, Sr. Prior.

– O que vais fazer com essas cabras, Maria da Luz?

– Vou levá-las à quinta do Sr. Alcides para o bode as cobrir.

– Ouve lá, Maria da Luz, o teu pai ou os teus irmãos mais velhos não podiam fazer isso?

– Já fizeram Sr. Prior, mas não nasceu nada. Tem mesmo que ser um bode!

Relacionados:

0 Comments

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Send this to a friend