Enfermeira revoltada: “6,42€/hora é o que querem pagar a quem vai salvar a vossa vida”


O Governo está a oferecer contratos de quatros meses a enfermeiros, mas o valor pago está a causar revolta entre os profissionais.

É o caso de Carmen Garcia, enfermeira no Hospital do Espírito Santo, em Évora, que critica a iniciativa do Governo em oferecer contratos de quatro meses a enfermeiros para o Serviço Nacional de Saúde pelo valor oferecido: «Seis euros e quarenta e dois cêntimos por turnos de doze horas enfiados em hospitais de campanha, metidos em fatos assustadoramente desconfortáveis, com máscaras e óculos que ferem o rosto. Seis euros e quarenta e dois cêntimos para não dormir em casa e não ver os pais nem os filhos durante semanas que se podem transformar em meses», escreveu na rede social Facebook.

“No meio dos aplausos da pandemia, no momento em que somos chamados de heróis, quando nos dizem que somos os soldados da linha da frente e a ultima fronteira entre a vida e a morte, o governo tenta recrutar enfermeiros com a vergonhosa proposta de pagamento de 6.42 euros/hora. Vou repetir porque vocês podem não ter percebido bem: são seis euros e quarenta e dois cêntimos por cada hora de trabalho no meio do inferno de onde todos querem fugir.

Diz a ministra que o valor base de um enfermeiro em início de carreira é 7.42€. E diz isto sem corar de vergonha, reparem. Como se não fosse absolutamente vergonhoso ter quem nos cuida a receber por hora o mesmo que uma empregada doméstica. E mesmo assim ainda conseguiram retirar um euro a este valor, na proposta mais vergonhosa que me lembro de ler.

Seis euros e quarenta e dois cêntimos por hora é o que querem pagar a quem vai salvar a vossa vida. É quanto o governo decidiu que vale a primeira linha, a última fronteira. Não sei se estão a pensar pagar o resto em palmas ou com palavras bonitas.

Por mim, podem ir à merda.
Podem ir todos à merda.”

Fonte: Facebook Carmen Garcia


0 Comments

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Send this to a friend