Em Portugal é assim infelizmente… Lê e reflecte! Pois a verdade é chocante no fim de tudo…


Se pensarmos bem, em Portugal é exactamente assim como este senhor disse! Lê e reflecte! Vais ficar chocado, mas é apenas a realidade em que vivemos! Vejam bem se este senhor não tem razão em cada palavra do texto que ele partilhou:

texto_estado_portugal_ganhos_2

Relacionados:

11 Comments

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

  1. Além do que esta pessoa escreveu neste post que partilhei acrescentem que 80% do valor que pagamos em impostos para o Estado Português vai directamente para os bolsos de banqueiros e detentores de dívida de Portugal, em juros…

    1. A nossa divida está errada!! (ver documentário “Confissão de um Mercenário Economico” https://www.youtube.com/watch?v=_baM49GctNY) Quando os Estados Unidos vê que irá lucrar com um país, este tenta criar problemas no país para obrigar o país a pedir um resgate financeiro através do Banco Mundial ou uma das suas afiliadas! Só que esse dinheiro não vai para o país. Mas sim para as mega-corporações dos EUA que o utilizam para criar infraestruturas no país alvo como por exemplo: Portos, Usinas de Energia, Parques industriais…etc. Isto são coisas que só beneficiam os mais ricos nesse país e as mega-corporações. Após isto o país fica com uma divida para pagar! Uma divida tão grande que é impossivel ser paga pelo povo! Ai entram os mercenarios economicos ou assassinos economicos que vão ao país e falam com os governantes e dizem para que o país venda o petróleo (se existir) bem barato para as corporações dos EUA; para deixarem construir uma base militar no país; Pedem apoio das tropas do país alvo em guerras que estejam a ser travadas pelos EUA… Além disto os assassinos economicos pedem para privatizar as empresas de energia, água e saneamento às mega-corporações dos EUA ou a outra Multinacionais.
      Resumindo o FMI; Banco Mundial e outros que estejam afiliados a estes operam da seguinte forma:
      -Colocam um país com dívidas;
      -Oferecem-se para refinanciar a divida e cobram mais juros;
      -Obrigam o país a vender os seus recursos (incluindo serviços sociais; serviços publicos; sistemas educacionais…etc) às corporações estrangeiras (mega-corporações dos EUA).

      Isto já aconteceu em vários países, por exemplo, no Irão quando o Dr. Mohammmad Mossadegh foi eleito democraticamente. Ele trouxe consigo ideias de que as petroliferas estrangeiras tinham de pagar muito mais dinheiro ao povo iraniano pelo petroleo que estas retiravam do Irão..Eles enviaram um assassino economico e conseguiram depor Mossadegh que foi substituido pelo Xá do Irão

  2. Em Portugal o ensino é praticamente uma merda… Além de se falar pouco da nossa cultura também não se dá importancia a eventos como o 25 de Abril havendo só uma unica página para explicar o que foi o 25 de Abril mas sem detalhes. Juntando também o facto da carga horária excessiva colocada aos alunos em que o aluno enfrenta quase 8 horas de aulas e conjunto com os Trabalhos de casa que tem de fazer em casa deixa o aluno com pouco tempo para pensar e reflectir, por exemplo, na actualidade do país ou fazer aquilo que ele quiser. Além de tudo isso os exames servem como barreira de acesso ao Ensino Superior (3 anos de matéria resumidos a 2 horas de exame) e o facto de que em Portugal centenas de centenas de licenciados emigram porque não conseguem encontrar trabalho. Se conseguirem arranjar trabalho mais provável é ser um trabalho com ordenado minimo a trabalhar muito para ganhar pouco. Tal como a música dos Deolinda “que mundo tão parvo onde para ser escravo é preciso de estudar”. A partir do momento em que um individuo nasce torna-se um escravo do sistema

    1. Ridiculo…
      Em primeiro lugar, concordo que o ensino é mau. Porém, não é mau por essas razãos; efetivamente, a carga horária não é excessiva, visto que qualquer pessoa deve desde cedo adotar a responsabilidade de “cumprir horários” e hábitos de trabalho. O ensino está sim mau, porque as disciplinas são vagas e redundantes, há falta de foco nas capacidades de cada pessoa individual; deveriam ser lecionadas (ou pelo menos haver oportunidade para quem o desejar) mais disciplinas como teatro, musica, cinema, dança, costura, carpintaria entre muitas outras, desde cedo, e obviamente ter professores motivados e especializados para as leccionar. Assim, cada aluno saberia mais cedo qual a sua vocação e prosseguiria num ensino especializado.
      Em segundo lugar, os exames são necessários, não só para diferenciar as capacidades de cada individuo como também para saber se o aluno está na área correta.
      Por ultimo, o mal no ensino é sobretudo os professores não estarem motivados e na minha opinião um professor deveria ser melhor remunerado do que muitas outras profissões, visto que ninguém consegue alcança-las sem passar por um.
      Cumprimentos de uma aluna, que sente na pele este ensino medíocre.

  3. O grande problema para todos nós é que não basta “afirmar” que exigimos, porque na verdade não exigimos mesmo nada nem nunca ninguém nos ensinou a fazê-lo devidamente.
    Isto, mesmo depois da primeira parte se ter cumprido na íntegra, isto é, quanto às nossas comparticipações que ninguém duvide que elas são todas retiradas, por vezes até majoradamente, mas quando trata de recebermos as contra-partidas, isso já é outra estória!…

  4. Ou então, já que se chega á conclusão que o estado é sempre ladrão… Não se dá nada ao estado e ficamos com todo o produto do nosso trabalho para nós….

  5. Apesar de chocante, alerto os mais fervorosos indignados para o facto de existir um paragrafo que está repetido ou será manipulação, pois depois de se gastar o dinheiro que sobrava uma vez não ha mais para gastar. Simples. Mas no texto, fazem-se essas contas e outras em duplicado.

    Indignemo-nos, mas não nos acossem como animais irracionais.

Send this to a friend