Depois de veres isto nunca mais vais voltar a colocar papel higiénico no assento! Nem imaginas porquê!


A maioria das pessoas nem imagina, mas depois de o saber certamente não voltará a colocar papel higiénico no assento da sanita novamente.

Casa de banho públicas podem ficar nojentas rapidamente. Toda a gente já passou por isto, especialmente as mulheres: ter que ir à casa de banho, mas quando abre a porta, encontra algo repugnante lá. Então vai pensar se precisa mesmo de ir à casa de banho ou não. Quem sabe quem se sentou ali antes, e então, o que fazer?

A resposta parece óbvia: um pouco de papel higiénico no assento da sanita, assim há pelo menos uma barreira entre o seu corpo e os germes. É muito melhor não entrar em contato com nada que tenha respingado dos outros usuários, não é verdade?

papel_sanita

Verdade seja dita, esta não é a melhor solução. Na verdade, nunca deve colocar papel higiénico no assento, porque o próprio assento já é muito bem elaborado. As pessoas pensam que o assento está coberto de germes, e que nós podemos apanhar infecções gastrointestinais horríveis, ou coisa pior, dali. Mas, dado o seu formato original e sua superfície particularmente macia, os assentos sanitários previnem as bactérias de permanecerem nele. Além disso, germes não podem multiplicar-se na pele nua, então o mero contato com o assento não é tão mau assim. O papel higiénico, no entanto, é uma história bem diferente.

papel_sanita_1

É de conhecimento comum que (quase) ninguém baixa a tampa da sanita depois de fazer a descarga. Como resultado, todos os germes espalham-se pela casa de banho, e também pelo papel higiénico. Ao contrário do assento da sanita, o papel higiénico é o lugar ideal para a acumulação de germes. A sua superfície é fácil para as bactérias se acomodarem. E é precisamente este papel higiénico cheio de germes que vai pegar com as mãos e depois, inconscientemente, vai tocar no rosto, deixando a bactéria com o caminho livre para entrar no seu corpo.

papel_sanita_2

O mesmo se aplica às torneiras e aos secadores de mãos. As pessoas usam as torneiras logo após fazerem as suas necessidades, fazendo da torneira um íman de germes. E ela é tocada novamente depois das pessoas terminarem de lavar as mãos. Com os secadores é a mesma coisa. Na verdade, um estudo recente mostrou que estes secadores de mãos eléctricos espalham bactérias em grandes extensões.

papel_sanita_3

Em primeiro lugar, os secadores eléctricos mexem com o ar do ambiente, e assim lançam os micróbios e as partículas virais no ar e em toda a casa de banho. Em segundo lugar, após lavarmos as mãos, ficam sempre germes residuais, que ao invés de serem removidos pelos secadores, espalham-se ainda mais. No geral, quanto maior o fluxo de ar, maior os problemas com germes. As melhores alternativas são as toalhas de papel. Ela livram-nos mais eficazmente dos germes.

papel_sanita_4

De agora em diante talvez olhe para o papel higiénico mais criticamente do que assento do vaso. E, da próxima vez que usar uma casa de banho pública, lembre-se: o assento da sanita é sempre a melhor opção.


2 Comments

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

  1. Sendo assim, é aconselhável as pessoas não se limparem visto o papel estar cheio de bactérias, ou levam papel de casa ou ficam a cheirar mal ou ficam cheias de bactérias.

  2. Você sabia pessoa , você tem cozinheira , vai a restaurantes
    chics , toma vinho em taças de cristal ? e’ usuário de táxis ? no seu carro só você anda nele , nada de puns abafados ? não morra por que uns bichinhos nojentos vão fazer a festa

Send this to a friend