Algo muito preocupante está a acontecer com as “nossas” crianças… Todos os PAIS deviam saber!


É muito importante que todos os pais, e mesmo quem ainda não tem filhos, leiam isto! Pois é algo preocupante que está a acontecer com as “nossas” crianças, e que nem nos apercebemos.

Hoje partilhamos um texto muito interessante sobre ansiedade infantil, com uma entrevista com o Dr. Augusto Cury sobre os desafios de se criar os filhos hoje e como a família e a escola têm educado os pequenos.

Dr. Augusto Cury tem livros publicados em mais de 70 países. O psiquiatra é autor do best-seller Ansiedade – Como Enfrentar o Mal do Século e atingiu a marca de 10 livros nas listas de mais vendidos, liderando as listas de ficção e não ficção ao mesmo tempo.

criancas_curiosidades

Leitura obrigatória para todos os pais e mães!

1- Excesso de estímulos

“Estamos a assistir ao assassinato coletivo da infância das crianças e da juventude dos adolescentes no mundo todo. Nós alteramos o ritmo de construção dos pensamentos por meio do excesso de estímulos, sejam os presentes a todo momento, seja acesso ilimitado a smartphones, redes sociais, jogos ou excesso de TV. Eles estão a perder as habilidades sócio emocionais mais importantes: colocarem-se no lugar do outro, pensar antes de agir, expor e não impor as ideias, aprender a arte de agradecer. É preciso ensiná-los a proteger a emoção para que fiquem livres de transtornos psíquicos. Eles necessitam gerenciar os pensamentos para prevenir a ansiedade. Ter consciência crítica e desenvolver a concentração. Aprender a não agir pela reação, no esquema ‘bateu, levou’, e a desenvolver altruísmo e generosidade.”

2- Geração triste

“Nunca tivemos uma geração tão triste, tão depressiva. Precisamos ensinar às nossas crianças a fazerem pausas e contemplar o belo. Essa geração precisa de muito para sentir prazer: viciamos nossos filhos e alunos a receber muitos estímulos para sentir migalhas de prazer. O resultado: são intolerantes e superficiais. O índice de suicídio tem aumentado. A família precisa de se lembrar que o consumo não faz ninguém feliz. Suplico aos pais: os adolescentes precisam ser estimulados a aventurarem-se, a ter contato com a natureza, encantarem-se com astronomia, com os estímulos lentos, estáveis e profundos da natureza que não são rápidos como as redes sociais.”

3- Dor compartilhada

“É fundamental que as crianças aprendam a elaborar as experiências. Por exemplo, diante de uma perda ou dificuldade, é necessário que tenham uma assimilação profunda do que houve e aprender com aquilo. Como ajudá-las nesse processo? Os pais precisam falar das suas lágrimas, suas dificuldades, seus fracassos. Em vez disso, pai e mãe deixam os filhos no tablet, no smartphone, e os colocam em escolas de tempo integral. Pais que só dão produtos para os seus filhos, mas são incapazes de transmitir a sua história, transformam seres humanos em consumidores. É preciso sentar e conversar: ‘Filho, eu também fracassei, também passei por dores, também fui rejeitado. Houve momentos em que chorei’. Quando os pais cruzam o seu mundo com o dos filhos, formam-se arquivos saudáveis poderosos na sua mente, que eu chamo de janelas light: memórias capazes de levar crianças e adolescentes a trabalhar dores perdas e frustrações.”

4- Intimidade

“Pais que não cruzam o seu mundo com o dos filhos e só atuam como manuais de regras, estão aptos a lidar com máquinas. É preciso criar uma intimidade real com os pequenos, uma empatia verdadeira. A família não pode só criticar comportamentos, apontar falhas. A emoção deve ser transmitida na relação. Os pais devem ser os melhores brinquedos dos seus filhos. A nutrição emocional é importante mesmo que não se tenha tempo, o tempo precisa ser qualitativo. Quinze minutos na semana podem valer por um ano. Pais têm que ser mestres da vida dos filhos. As escolas também precisam mudar. São muito cartesianas, ensinam raciocínio e pensamento lógico, mas se esquecem das habilidades sócio emocionais.”

5- Mais brincadeira, menos informação

“Criança tem que ter infância. Precisa brincar, e não ficar com uma agenda pré-estabelecida o tempo todo, com aulas variadas. É importante que criem brincadeiras, desenvolvendo a criatividade. Hoje, uma criança de sete anos tem mais informação do que um imperador romano. São informações desacompanhadas de conhecimento. Os pais podem e devem impor limites ao tempo que os filhos passam à frente das telas. Sugiro duas horas por dia. Se não colocares limite, eles vão desenvolver uma emoção viciante, precisando de cada vez mais para sentir cada vez menos: vão deixar de refletir, se interiorizar, brincar e contemplar o belo.”

6- Parabéns!

“Em vez de apontar falhas, os pais devem promover os acertos. Todos os dias, filhos e alunos têm pequenos acertos e atitudes inteligentes. Pais que só criticam e educadores que só constrangem provocam timidez, insegurança, dificuldade em empreender. Os educadores precisam ser carismáticos, promover os seus educandos. Assim, o filho e o aluno vão ter o prazer de receber o elogio. Isso não tem ocorrido. O ser humano tem apontado comportamentos errados e não promovido características saudáveis.”

7- Conselho final para os pais

“Vejo pais que reclamam de tudo e de todos, não sabem ouvir, não sabem trabalhar as perdas. São adultos, mas com idade emocional não desenvolvida. Para atuar como verdadeiros mestres, pai e mãe precisam estar equilibrados emocionalmente. Devem desligar o telemóvel ao fim de semana e ser pais. Muitos são viciados em smartphones, não conseguem desconectar. Como vão ensinar os seus filhos e fazer pausas e contemplar a vida? Se os adultos têm o que eu chamo, o síndrome do pensamento acelerado, que é viver sem conseguir aquietar a mente, como vão ajudar os seus filhos a diminuírem a ansiedade?”

Fonte: soparamulheres.pt
Relacionados:

43 Comments

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

  1. Éuma iformaçao muito útil nos dias de hoje, pois as crianças são a gente do amanhã . Este artigo deveria ser mais divulgado nas redes sociais TV em horários que toda a sociedade aprendesse como educar os seus para o mundo em que vivemos com esta sociedade precaria ainda grande desenvovimento neste sentido. [email protected] .com

    1. dizer que concordo com Regina e também que as televisões deviam ter alguem uma pessoa, não precisa de comentadores que dizem o que não sentem para agradar a quem lhes convem. alguém sério em cada área, a educar as pessoas por exemplo, a automobilistas, peões, pessoas que levam os cães a fazer as necessidades a porta dos vizinhos, jardins que antigamente eram para as crianças brincarem, jogarem a bola, agora são para matilhas de cães borrarem tudo. este sr. da camara, devia saber dar solução a isso mas anda mt preocupado em sacar o dinheirito com os parquimetros, as multas arbitrárias e pesadas para quem ganha o ordenado chorudo e ninguém diz nada!!!… e claro ensinar os pais na tarefa da educaçao dos filhos se ér que é possivel… copiar da Suiça a educação cívica. num país de maioría pobre, porquê tantos exibicionistas sem escrúpulos saem para a rua com máquinas de centenas de milhares de euros?? estes exibicionistas não prestam, e não valem a ponta dum corno, pk se alguém lhes pedir 50 euros, de certeza que não vai ser atendido, estou a falar mesmo que seja pessoa de família

  2. Claro , quem sou eu para duvidar daquilo que infelizmente é a realidade actualmente ? É certo que o dia a dia dos Pais hoje em dia é muito complicado pois normalmente trabalham os dois , talvez se encontre aí a justificação para cada vez mais haver poucas crianças, depois também temos de reconhecer que existem Pais que não estão preparados para o serem ou então ainda são muito imaturos o texto é muito bom e embora tenhamos de ter em atenção os considerandos atrás descritos julgo que seria bom que o publicado fosse mais divulgado, e aqui coloco uma questão, porque não transmitir estes assuntos na televisão em horas de maior audiência ?

  3. Li o texto e como mae aprendi algo mais e muito bom termos alguem que nos ajude principalmente quando se e mae de duas adolescentes obrigado .

  4. Li. Adorei. Tenho uma filha de 1 ano e cinco meses. Moro na cidade. Mas meu terreno é grande. Tem ganso,galinhas,cachorro e Coelho. Minha filha adora. Dar até comida das as galinhas e ajuda a colher os ovos.

    1. Mto bom isso, te parabenizo por esse amor gdioso por tua filha, sta faltando em alguns pais esse amor, esse olhar! Infância, fase importantíssima… E se tiver desse compartilhamento c os filhos, será um gde indivíduo lá na frente! Brincar muito… Vivenciar o ser criança, e não um protótipo d adulto! Bjkas.

  5. Achei muito interessante e a realidade de hoje. Muitos pais não percebem o que acontece com seus filhos estão voltados para o trabalho e em fazer dinheiro. Preocupados com coisas matérias e acham que um professor pode e tem obrigação de poder educar todos os alunos da sala de aula. A base da educação e de comportamento vem de casa e o exemplo dos pais com seus filhos.

  6. isso quando não são criados por avós ou tios, quando não são mães solteiras, ou com menos de 18 anos ou uma criança criando outra, lamentável nossa próxima geração!!!

    1. Para a pessoa anónima { UTC 0 } Fala isso como se os avós são inquesequentes iresponsaveis ,pois crio minha neta desde bebê ,e crio ela igual ou ate melhor do que foi com meus filhos , hoje com mais esperiecia e mais sabedoria o que antes , infelismente os pais de hoje estão mesmo deixando muito a desejar, e como vc disse é lamentavel ver o que esta acontecendo com os nossos jovens !!

  7. saudaveis que tive na minha infançia hj elas me agradecem por ter feito isso tenho duas filhas 24 e 18 anos !!!!!é muito importante educaros filhos de maneira certa … acho errado pais que presenteiam filhos tao pequenos com celular , tablet ..nunca fiz\ isso com minhas filhas ensinei elas a brincarem como crianças a nadar jogar futebol , andar de bicicleta e tds aquelas brincadeira

  8. muito bom… faz com que repensemos sobre nosso papel em ser pais, educadores…. o dia a dia corrido faz com que deixamos muita coisa importante para trás, e sem volta…. obrigado por compartilharem conosco este maravilhoso texto… vamos divulgá-lo mais….

  9. Que tal essas imformaçoes estar na televisão em horario nobre pais eprofessores e toda a humanidade em alerta,e não perder tempo deixando jovens e crianças assistindo BBB.,,,,

  10. Esses trechos estão no livro do Augusto Cury: Pais inteligentes formam sucessores, não herdeiros. O livro é maravilhoso, vale a pena investir.

    1. Maravilhoso,o artigo fala

      muito bem da realidade que vivemos nos dias de hoje falta carinho,amor e as nossas crianças.Alguém pode me dizer onde posso encontrar esse livro desse autor?Obrigada

  11. Leva um grupo de crianças pra acampar onde tem piscina e quero ver se sobra alguma mexendo no celular. Até nós adultos precisamos nos re-educar sobre o que é importante e o que não é, o que parece divertido e o que realmente é divertido. um pai que troca viagens por um Smartphone de 4k, perdeu faz tempo a noção de felicidade.

  12. Podem até acharem demais o que escreverei aqui mas, a verdade é uma só. O ser humano tem se afastado de DEUS cada vez mais e dado muita importância à aparência, status, coisas fúteis que não nos levarão a lugar algum.
    DEUS precisa ser o centro da família. Ele precisa existir dentro de cada um de nós e precisamos nos esforçar cada vez mais para entendermos o Seu trabalhar. O Mundo vive essa falta hoje (?); esse vazio; essa lacuna e ninguém sabe explicar.
    Então buscamos em viagens, casas chiques, roupas de marca, badalações… não que seja pecado querer viver bem, se divertir… e não é mas, precisamos querer em primeiro lugar DEUS em nossa casa, em nossa família, em nossa vida e na vida dos nossos…
    Os pais, infelizmente, não encontram mais tempo para estarem em família, com seus filhos, fazendo leitura de seus passos de suas escolhas, de seu palavreado, seus gostos… Muitos pais só conhecem a professora(or) de seus filhos no final do ano e olhe lá.
    Muitos não sabem, se quer, o nome dos colegas, dos amigos de seus filhos… Triste. Muito triste…
    Sem falar na desgraça ecológica, nas inúmeras vitaminas que os animas tomam para reproduzirem, crescerem enfim… Agrotóxico nas plantações… JESUS! Essa INDÚSTRIA que cria a cada dia mais e mais venenos para nos venderem: salgadinhos, comidas enlatadas, bebidas industrializadas… Muito AÇÚCAR. Muito SAL. Muita GORDURA SATURADA…
    Precisamos mudar. Precisamos buscar ajuda e deixar a arrogância pra lá… Precisamos trabalhar a favor das nossas crianças, pois o futuro se constroe no presente e com a participação de TODOS.
    Obrigada.

  13. Bem. As informações são de grande utilidade. Porém, isto que possa no mundo hoje é a falta de amor. Cuidado com o o próximo. Os filhos. A família. Bem. Temos que buscar mais a Deus. Deixar ele operar. Orarmos mais. Pedir pelas nossas crianças e as família em nome de Jesus. Quem esta tomando conta do mundo cada vez mais chama-se satanás. Ele realmente existe. Psicólogos, psiquiatras não resolvem nada disso. O que resolve realmente é tornarmos para Jesus. Enfragarmos nosso vida para ele. Então assim vamos viver sem depressão. Sem usar remédios para problema psíquicos. Jesus é a solução para nossos problemas. Um abraço a todos. Deus lhes abençoe.

  14. Anonimo 29 / 02 / 2016) Isto tudo que esta acontecendo, e o fim de todas a coisas. Este mundo nao tem mais concerto, porque? Neste PAIS nao existe LEI.Porque? Se tivesse nao estaria assim. Agora e so ofim do mundo para consertar.E esta muito perto do FIM. DEUS, Esta chegando para levar seus ESCOLHIDOS…

  15. Brasil tem jeito sim, politicos tem que criar vergonha na cara. Dar exemplos bons, para a sociedade criar carater. Agora que sociedade e essa se e bandido que cria as leis? Agora, realmente, temos que ter Deus no coracao. E tirarmos nossas criancas da televisao, etc.

  16. Excelente!!! Para ser divulgado em horario nobre. A familia se perdeu . Estamos formando cidadāos sem valores e exemplos. Pais; a educacao de valores de valores é com vocês! Ainda é tempo de acordar . Não deixem que o mundo do capitalismo dominem nossos
    Filhos!!!

  17. Mesmo na correria que as atividades de vida cotidiana diária nos impõe, devemos nos esforçar a nos voltarmos às coisas simples da vida:os almoços em família aos fins de semana,às conversas família, às diversões em família. Poder olhar Por de sol, um amanhecer, viajar juntos…
    Devemos reaprender a ler livros, livros bons.
    É isso que nos constrói em quanto seres pertencentes à uma família.
    É ter valores cristãos, educacionais e morais bem plantados nos corações de nossos filhos.
    É dar bons e nobres exemplos.
    Porque tudo o mais, todo o resto, só terá sucesso se houver paz, amor, discernimento, confiança em nossas crianças, em nosso lar… Está sim, a primeira e verdadeira escola de estímulos. ESTIMOS BONS E VERDADEIROS.
    TELMA LIA , PSICÓLOGA.

    1. Completamente de acôrdo, hà que continuar na posisitiva atitude , deixar transparente o Amor pelo proximo sem coçepcoes, positivas acçoes sim! O ” MËDO ” é a palavra para esquecer , se queremos avançar , é dar coragem à futura géraçao,e aplicar o que sempre nos foi repetido nas missas dominicais !!!! Nao nascemos apenas para ser expectadores, a experiência serà o que nos iremos fazer das nossas vidas, criar é sem duvida a principal acçao que nos foi confiada !!!…so que muitos seres humanos se afastaram , ou ainda nao é perceptivel para eles esta inportante realisaçao para o futuro!. A Missao é crear todos os dias accoes de Amor é sem duvidai esse o destino que nos é destinado por Deus au Creador! ! E necessàrio acordar e avancar neste espirito dinamico e coragem para todos os dias!!!….

  18. Esse artigo é simplesmente sensacional! Hoje em dia as pessoas nao tem conversas, muito menos contatos diretos… apenas através de redes sociais! Esse artigo merece ser compartilhando!

  19. É minha preocupação constante de há muito a esta parte. A tecnologia está matando o presente e o futuro. Creio que não deve haver uma casa no mundo mais evoluído, em que a prioridade não seja essa.
    Pergunto: para quando uma limitação forçada do uso de certas técnologias?
    Eu que cresci ouvindo as histórias verdadeiras, a meus pais e avós, penso: que geração nós preparamos?
    Será que se pode remediar esta catastrofe?

  20. Maria Esmeralda : Todas as ideias positivas sao construtivas, hà que fazer confiança na proxima géraçao, os pais têm nisso muita responsabilidade, sempre assim foi e esperamos, nao nos deixemos levar pelos receios, o Medo é a pior cangrêna, fugir dessas ideias negativas serà o caminho a seguir, dar força positiva aos jovens do futuro, a accao positiva nao têm qualquer religiao, todas elas podem contribuir e unificar o ser humano ,
    coragem!!!

  21. O mêdo , paralisa , e nao se deve deixar entrar nas nossas vidas, os pais continuam a ter a chave do sucesso, dar corageme sempre ,a psicologa Telma Lia , tocou claramente na positiva atitude a aplicar sempre, sempre, acompanhar os jovens e dar_lhes a confiança que vai ramificar o futuro, o que construirà o bem serà o amor pelos outros incondicional, humildade, solidariedade, o que segundo os catolicos sempre apregaram nas rezas, hà que incluir e nao esquecer juntar nas acçoes de hoje, é urgente e gratificante!!!!

  22. Ok, tudo bem mas vou ter que fazer alguns reparos:
    –Ao principio está escrito que a escola educa, errado, a educação cabe aos pais, a escola forma não educa… Os pais que não conseguem educar os seus filhos, devem consultar especialistas em educação ou ler livros em relação a isso, ou médicos se for o caso, mas nunca apontem o dedo às escolas que é perda de tempo e educação…

  23. Os pais devem ser os melhores brinquedos dos seus filhos. A nutrição emocional é importante mesmo que não se tenha tempo, o tempo precisa ser qualitativo.

  24. É urgente reciclar mentalidades…rever comportamentos. O futuro da nossa sociedade está deveras comprometido se se continuar a prosseguir neste rumo…Eu já fui professora e vi o iniciar da decadência dos relacionamentos saudáveis! A ruína da sensibilidade em prol de um snobismo implacável.O futuro não irá ter FUTURO enquanto o mundo continuar a viver olhando o próprio umbigo,sem considerar o que geram à sua volta, inclusive os entes que saem deles próprios. Os pais hoje não têm tempo para si, quanto mais para seus filhos. Vivem mais preocupados com o ter que com o saber ser, completamente vazios de valores. O imediato é o padrão que rege o consumismo desmesurado, instaurando pontos de interrogação e incompreensão das novas gerações que se sentem completamente desamparadas. Ainda bem que ainda dou com alguns resquícios que me levam a crer que apesar dos pesares nem tudo está perdido…Bem hajam.

  25. Este artigo de excelente qualidade, não deve ser lido só por pais e professores não embora principalmente eles, mas por todos nós, porque nos remete à nossa infância e adolescência e nos ajuda a esclarecer nossas atitudes de hoje . Vamos refletir.

  26. Este artigo é de extrema qualidade pedagógica para todos nós,muito principalmente para quem não sabem ser pais. Sugeria que fosse periodicamente divulgado em horários nobres, em outros meios de comunicação social.

  27. Um dos principais sintomas que notei é a ansiedade e o medo que algumas crianças assimilam muito rápido.
    Por isso sentem necessidades de estar sempre comendo ou não largam o celular.
    Parecem idosos “neuróticos” em vez de estar sonhando.
    Abraços

  28. A verdade é tão simples se compreendemos que preferimos ser iludidos, sonhando que estamos mamando, no entanto chupando chupetas…

  29. O texto é muito bom, mesmo.
    Na verdade se o pai e mãe não tirar um tempinho para ser criança, não vai dar tempo de ver seus filhos crescerem.
    Mais uma chance: tire um tempinho para brincar com seus netos, se não quando tiver velho não vai ter tempo de mais nada e vai ficar só esperando o fim.
    É verdade que esta geração esta vivendo um tempo sem tempo, mas é preciso corrigir para viver a vida como ele é.

Send this to a friend