Achas que sabes conduzir? Então responde a este teste! Mais de 50% das pessoas vão errar!


Nestes últimos dias circulou nas redes sociais um teste simples, mas apesar de ser simples, mais de 50% dos condutores(as) respondem erradamente, revelando assim que o desconhecimento do código da estrada ainda continua a ser um dos mais graves problemas nas nossas estradas.

Nos meios de comunicação social ouvimos repetidamente os repórteres, comentadores e agentes da autoridade a falarem sobre o excesso de velocidade e a taxa de sinistralidade rodoviária. Acredita-se que o excesso de velocidade seja a principal causa de acidentes em Portugal, mas será que é mesmo assim? Então o que dizer quando os(as) condutores(as) erram até as mais simples perguntas do código da estrada?

É preciso ter em conta que uma pergunta quando colocada no papel, uma situação em que o(a) interveniente tem tempo para pensar com calma antes de responder, é bem diferente do tempo que a pessoa terá para reagir quando vai na estrada a conduzir um veículo, logo, quem erra na resposta numa situação destas, mais facilmente se engana numa situação de condução, podendo provocar um acidente.

Nós estamos convictos que não é o excesso de velocidade a principal causa de acidentes em Portugal – e até já abordámos aqui a alteração da velocidade máxima nas auto-estradas para os 150km/h mas sim a falta de formação, quer seja por desconhecimento do código da estrada, ou até mesmo a má formação prática com que as pessoas saem encartadas das escolas de condução.

Hoje em dia as escolas de condução “vendem” utilizando grandes carros topos de gama(em Lisboa até Porsches existem nas escolas!) para “ensinar” os alunos a conduzir, carros esses que fazem quase tudo sozinhos inclusive travar antes dos obstáculos! Não é portanto de admirar que os(as) recém encartados(as), habituados a terem um carro que faz tudo por eles, depois não tenham dinheiro para comprar um carro equivalente e tenham de comprar um carro velho…é a receita ideal para um acidente ao fim de pouco tempo.

Pior ainda, se juntarmos isso com o desconhecimento das regras de trânsito mais básicas, não será essa a verdadeira causa da sinistralidade rodoviária? Nós achamos que sim, e este teste prova isso mesmo:

Deixe a sua resposta nos comentários! Vamos ver quantas pessoas vão conseguir acertar!

Se respondeu correctamente ao problema apresentado, partilhe com os seus amigos e familiares e vai surpreender-se com a quantidade de pessoas que erra uma pergunta tão simples!


Segue-nos no Facebook:




Vais Gostar De Ver: