Os motivos pelos quais nunca deves instalar o Pokémon Go no teu telemóvel!

Se não vives numa caverna já te deste conta que há um novo vídeo jogo que está a ter impacto por todo o mundo. Possivelmente até já o instalaste no teu telemóvel ou estás a pensar nisso.

Se estás a pensar nisso…não o faças!

Percebe porque te dizemos isto!

awebic-baixar-pokemon-go

O Pokémon Go usa dados de geolocalização para colocar os pokémons no mundo real — assim os jogadores podem capturar, trocar e usar em batalhas com amigos.

O app, criado numa parceria da Nintendo com a Niantic, foi desenvolvido através de uma mistura de nostalgia com realidade aumentada.

A receita deu tão certo que a franquia japonesa dos anos 1990 voltou a ser assunto mundial. O aplicativo está tão popular que já superou na App Store americana, em números de download, nomes como:

  • Netflix

  • YouTube

  • Facebook

  • Instagram

  • Snapchat

O aplicativo do Pokémon Go é o mais baixado até à data de hoje nos Estados Unidos…

Mas nós vamos mostrar-te  7 motivos para não fazeres o download do app no teu smartphone.

1. Serás vigiado mais do que nunca!

Assim como aquele parente que vem fazer uma visita e acaba ficando dias e mais dias, o Pokémon Go também não respeita o teu espaço.

Na verdade quando fazes o download do jogo, estás dando permissão de acesso para todos os outros apps no teu telemóvel (especialmente o Google).

A política de privacidade do jogo diz:

“…aggregated information and non-identifying information with third parties for research and analysis, demographic profiling, and other similar purposes…”

No bom português quer dizer que eles vão usar os seus dados para “pesquisa e análise”. Resta saber exactamente o que eles querem dizer com isso.

2. Vais dar acesso total à tua conta Google!

Este talvez seja o ponto que mais ameace a tua segurança digital — se é que te importas com isto.

Quando baixas o app, precisas criar uma conta para jogar. Mas para criar essa conta tens que usar um cadastro já existente em um desses dois serviços:

  1. Pokemon.com

  2. Google.com

Quem tem conta no site do Pokémon? Ninguém. Ou melhor, poucas pessoas. E misteriosamente o site do Pokémon não está aceitando novos cadastros.

Qual é a solução então? Usar a conta do Google. É aí que está o problema. Normalmente quando permites que outro serviço tenha acesso aos teus dados do Google aparece uma mensagem como “Este aplicativo terá acesso ao seu endereço de email e nome”.

Por algum motivo isso não aparece quando vinculas a tua conta do Google ao Pokémon Go, como alertou Adam Reeve.

Adam trabalha com tecnologia e ficou intrigado com a falta da mensagem. Ele foi ver quais eram as permissões que o Pokémon Go tinha sobre sua conta do Google e se surpreendeu com a descoberta. A informação dizia:

Pokémon Go tem acesso total à sua conta do Google.”

Então ele foi ver exactamente o que o Google queria dizer com “acesso total”. A resposta é que criar um personagem no Pokémon Go com sua conta do Google faz com que a Niantic possa:

  • Ler todos os seus emails

  • Enviar emails como se fosses tu

  • Acessa todos os seus documentos no Google Drive

  • Ver o seu histórico de busca e suas viagens no Google Maps

  • Acessa qualquer foto privada no Google Photos

  • E mais uma porrada de coisas

Talvez confie na Niantic e na Nintendo com todo essas permissões, mas imagine o estrago que um hacker mal-intencionado pode fazer se ele invadir os sistemas do jogo.

3. Vais ter de lidar com “cheaters” profissionais!

Ninguém gosta de cheaters — ou batoteiros, se preferir. Eu acho que as pessoas gostam menos ainda de cheaters em jogos de realidade aumentada.

Sim, caro leitor, já tem gente usando cheat no Pokémon Go.

Um cara publicou uma foto no Reddit onde mostrava o seu formidável drone fazendo todo o serviço. É isso mesmo que leu. O cheat que ele usava no Pokémon Go era um drone que fazia todo o trabalho difícil.

awebic-pokemon-go-cheat

Em vez de andar pelas ruas, que é um dos pilares do jogo, o cheater voava com seu drone e cobria todo um território que uma pessoa normal não poderia.

Parece que esse cara levou o lema “Temos que pegar!” ao extremo. Que idiota!

4. Podes ser assaltado em Pokestops!

Se encontrar cadáver em lugares afastados não é motivo suficiente pra não sair caçando Pokémons, aqui vai outro. Podes ser assaltado.

Isso estava acontecendo em O’Fallon, Missouri (EUA). Segundo uma publicação do Gizmodo, quatro homens assaltaram cerca de dez pessoas que estavam em suas aventuras para capturar monstrinhos. A estratégia era infalível.

Eles olhavam no mapa do Pokémon Go onde havia PokeStops que poderiam ser palco para armadilha, então ficavam lá de camper esperando pelas vítimas.

PokeStops são locais fixos onde os treinadores de Pokémons podem obter itens especiais. Os assaltantes sabiam que as vítimas apareceriam com seus smartphones.

5. Vais perder momentos importantes da tua vida!

“Ele não poderia deixar este Pidgey escapar!”

awebic-pokemon-go-realidade-aumentada

Eu não sei se já percebeste, mas Pokémon Go é viciante — como um bom jogo deve ser, eu imagino.

Há pessoas no Twitter relatando coisas do tipo “a minha vida mudou depois que eu baixei o app”, “minha mãe acha que eu estou usando drogas, porque ela sabe que eu odeio caminhar”, “eu acabei de invadir o quintal do meu vizinho” e “ontem eu usei meu horário de almoço para capturar Pokémons”.

A sério, a coisa toda é surreal.

Se adultos estão fissurados pelo joguinho, imagine o que está acontecendo na cabeça de crianças e pré-adolescentes. Para eles não existem “realidade” e “virtual”, está tudo junto e misturado.

Os efeitos são vários, mas o que eu mais acho curioso é que os treinadores Pokémons não conseguem deixar o virtual de lado em momentos inoportunos. Como foi o caso de Jonathan Theriot.

O cara capturou um Pidgey enquanto a esposa dele estava prestes a ter um bebé — a quem ele chama de filho.

A história dele mostra que as pessoas vão deixar passar momentos importantes no mundo real para ter momentos importantes no mundo virtual. Se fizer o download do jogo no seu telemóvel, esteja ciente disso.

6. Vais ter raiva do teu 3G!

Baixou Pokémon Go. É agora um treinador de Pokémons. Capturou um Charmander na cozinha, capturou um Rattata no quintal, capturou um Weedle no vizinho… mas quando chegou a hora de pegar o Zubat do outro lado da rua, a mensagem apareceu:

“Você atingiu 100% do seu pacote de Internet. Para continuar navegando basta responder esse SMS com a palavra SIM.”

Meu amigo, deixa eu te mostrar a realidade: já sofres pra usar Whatsapp, Twitter e Facebook nos planos de dados do seu 3G.

Acha mesmo que vai conseguir ser um mestre Pokémon?

Eu acho que não. Porque a NOS, a MEO, a Vodafone, etc não te vão dar mais tráfego de Internet para isso!

A sério, pense sobre isso. Para jogar Pokémon Go precisa que seu smartphone esteja constantemente procurando e transmitindo a sua localização por GPS.

Não vais ter como jogar!

“Sorry!”

7. Vais gastar muito dinheiro!

Vamos supor novamente que está no meio de uma aventura. Precisamente, atrás de capturar um Squirtle, quando recebe a mensagem da sua operadora de telemóvel falando que seu plano foi por água a baixo.

É óbvio que vai comprar mais um pack de net. É óbvio! Vai gastar cada vez mais dinheiro para se manter conectado. (Talvez isso seja a salvação das operadoras de telemóvel.)

Tem outro ponto.

O Pokémon Go tem tecnologias novas e exige um processamento rápido do smartphone. Ainda, o uso constante do GPS vai gastar a sua bateria. No fim das contas, provavelmente vai ter que desembolsar uma boa quantia para começar a jogar caso ainda não tenha um telemóvel lançado recentemente.

A informação oficial no site da Niantic diz que as configurações, ou requisitos, para jogar Pokémon Go são:

ANDROID

  • Android 4.4 ou superior (Android N não terá suporte até o lançamento oficial)

  • Resolução preferida de 720×1280 pixels (não optimizada para tablet)

  • Conexão de Internet forte (Wi-Fi, 3G ou 4G)

  • GPS e serviços de localização

  • CPUs Intel não são suportados

IOS

  • iPhone 5+

  • iOS 8+

  • Conexão de Internet forte (Wi-Fi, 3G ou 4G)

  • GPS e serviços de localização

  • iPhones com jailbreak não terão suporte

No fim das contas? É preciso de um smartphone moderno pra começar a capturar Pokémons. Não adianta chorar.

E tem mais: o app é uma febre que está só começando. Para baixar Pokémon Go é grátis, então como será que a Nintendo e a Niantic vão ganhar dinheiro?

Fazendo gastar com itens do jogo. É claro! Primeiro eles viciam as pessoas na brincadeira e depois eles sugam o dinheiro com itens especiais e funcionalidades exclusivas.

Uma receita clássica que dá certo.

Pokémon Go é um sucesso mundial. Não tem como negar. Manter-se fora de toda essa popularidade não é uma tarefa fácil, principalmente se era fã de Ash e companhia na infância. Eu alertei com apenas 7 pontos, mas poderia ser mais.

Qual é a sua opinião? Vai baixar Pokémon Go mesmo assim? Vai deixar o download de lado? Como acha que aplicativos de realidade aumentada vão influenciar os mais jovens?

Deixe seu comentário abaixo e compartilhe o texto com seus amigos. Será um prazer discutir mais sobre o assunto.

 

Segue-nos no Facebook: