Ela quase morreu por causa de uma simples coisa que muitos fazemos no carro! Tem cuidado!

Isto que sirva de alerta para muita gente, pois muitas pessoas fazem isto, sem ser aperceberem do perigo enorme que estão a correr. Fazer este gesto ou não, pode ser decisivo entre a vida e a morte! Por isso informa-te, e avisa os teus amigos e familiares que tenham esta atitude.

toda_a_gente_faz_no_carro_1

Esta mulher quase morreu por causa de um simples gesto que muitas pessoas fazem no carro!

Num dia ensolarado de Agosto, Bethany Benson, 22, e o namorado estavam a voltar para casa, eles tinham ido visitar um parente.

Apreciando o sol e descansando os pés no tablier, Bethany não tinha ideia de que uma pequena decisão como esta, aparentemente insignificante, lhe iria mudar a vida para sempre.

Segundo Driving.ca antes, Bethany era uma estudante na Universidade de Trent, com especialização em francês, história e educação, seguindo o sonho de se tornar professora. Ela não se lembra do acidente, mas quer partilhar a sua história e educar as pessoas que não compreendem os perigos das suas ações.

O erro trágico? Casual, ela colocou os pés no tablier. Bethany estava no banco do passageiro do seu Pontiac Sunfire, quando o acidente de carro aconteceu, foi um choque em cadeia na frente deles que causou uma série de embates.

Um motociclista e um pequeno carro colidiram e criaram um choque em cadeia, infelizmente, o carro deles bateu no reboque do tractor na frente deles.

É um milagre que ambos tenham sobrevivido ao acidente. O namorado dela recebeu 100 pontos, mas para Bethany foi muito pior. O airbag do lado do passageiro abriu a uma velocidade vertiginosa, mais ou menos a velocidade de um carro de Fórmula Um. O airbag bateu nas pernas de Bethany, atirando-lhes os joelhos aos olhos, quebrando a sua órbita ocular, o osso da bochecha e o do nariz. Teve a mandíbula deslocada e acabou por perder o baço.

Os seus pés foram partidos e compactados deixando-os dois tamanhos mais pequenos do que eram antes do acidente. O olho esquerdo ficou dilatado de forma permanente, afetando a sua visão e a audição também mudou.

Ela também teve um reinício completo do cérebro, devido a uma hemorragia cerebral. Apesar de Bethany não ter memória do acidente, vive-o todos os dias. Toma 20 comprimidos por dia para controlar a dor, usa sapatos especiais e aparelhos ortopédicos. Ela perdeu os amigos, e as atividades que amava por causa do acidente. Nos últimos quatro anos, a vida de Bethany foi revertida. Apesar de tudo isso, no entanto, ela defende os cintos de segurança e os airbag.

Ela cometeu um erro, todos nós já cometemos, mas ela paga o preço todos os dias.

Por favor, partilha a mensagem e espalha a palavra sobre a segurança automóvel.

Fonte: www.vamoslaportugal.com/noticias/esta-mulher-quase-morreu-por-causa-de-um-simples-gesto-que-muitas-pessoas-fazem-no-carro
Partilha com os teus amigos e familiares! A tua partilha é importante!

Segue-nos no Facebook: